Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Estudantes visitam Foz do Iguaçu e Itaipu

Publicado: Sexta, 10 de Agosto de 2018, 11h53 | Última atualização em Terça, 14 de Agosto de 2018, 16h07 | Acessos: 244

Foz do Iguaçu e Itaipu

Entre os dias 08 e 09 de agosto de 2018, estudantes e professores do curso de Tecnologia em Gestão Ambiental do IFSP, Câmpus São Roque, fizeram visita técnica ao Parque Nacional do Iguaçu e a Usina Hidrelétrica Binacional de Itaipu.

As atividades foram desenvolvidas em conjunto com professores e estudantes do IFSP Câmpus de Boituva, envolvendo as coordenações de pesquisa, extensão e direção, integrando e fortalecendo a cooperação e relações entre estudantes e servidores.

No primeiro dia, a visita foi iniciada pela Usina Hidrelétrica Binacional de Itaipu, seguindo o roteiro: (a) apresentação da história da Usina no anfiteatro; (b) trajeto de ônibus na área externa, com observação da estrutura completa do lago, barragem, condutos, turbinas, geradores, estações transformadoras; (c) parada com vista panorâmica e aula expositiva com guia/operário que ajudou a construir Itaipu na parte da concretagem; (d) Ida até o alto da Usina, atravessando o vertedouro e comportas para observação do lago e outros equipamentos. Ao longo das atividades os participantes puderam compreender e refletir criticamente sobre fontes de energia renováveis, gestão internacional dos recursos hídricos, gestão ambiental e territorial, planejamento energético e programas voltados para a sustentabilidade no âmbito empresarial.

No segundo dia, o roteiro foi feito no Parque Nacional do Iguaçu, com observação strictu sensu da sua rica biodiversidade, com a presença marcante de floresta ombrófila, constituída por ampla diversidade de fauna e flora. Além disso, experimentar trilhas e percursos entre os 19 saltos principais que compõem as Cataratas do rio Iguaçu, Patrimônio da Humanidade e uma das mais importantes paisagens naturais do planeta. Em campo, vislumbraram ainda o funcionamento de uma grande Unidade de Conservação, com particularidade da visitação turística massificada e internacional na área de fronteiras, bem como o seu manejo segundo as necessidades econômicas, sociais e ambientais do local.

Por fim, a experiência da visita é um dos elementos que consolidam a missão institucional dos Institutos Federais, ao qualificar a educação por meio de uma práxis que contribua para a inserção social, à formação integradora e à produção do conhecimento.

 

Fim do conteúdo da página